O uso de smartphones cresce continuamente. Segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas, o número de aparelhos móveis no Brasil — que já é bem superior à quantidade de notebooks e desktops — se igualará, em outubro deste ano, ao número de habitantes do país.

Nesse cenário, a criação de sistemas mobile se torna não apenas motivador, especialmente para uso corporativo. O desenvolvimento de aplicativo leva maior facilidade de comunicação, mais acesso à informação e possibilita a realização de tarefas a partir de qualquer lugar.

No artigo de hoje, veremos como identificar a necessidade de se ter um aplicativo, o processo de desenvolvimento e a importância de se contar com uma equipe confiável, que tenha boas práticas de desenvolvimento de projetos. Confira!

Identificação da necessidade de um aplicativo

O primeiro aspecto a ser identificado para dar um pontapé inicial no desenvolvimento de um software é o problema que ele ajudará a resolver. Essa análise inclui os agentes e cenários envolvidos com a sua utilização.

Para ilustrar, consideremos que o departamento comercial de uma empresa vem encontrando dificuldades para aumentar as vendas. Após estudar o comportamento dos clientes, identificou que apresentam preferência por adquirir novos produtos pelo celular, pois assim têm mais facilidades para:

  • comprar a partir de qualquer lugar;
  • acessar informações a respeito de produtos, serviços e promoções;
  • compartilhar em um aplicativo de mensagens informações a respeito do material ou serviço com terceiros. Esse procedimento é importante especialmente no comércio B2B, em que decisões de compra passam pela validação de gerentes;
  • comunicar-se com os vendedores.

Dessa análise, conseguimos extrair:

  • os agentes envolvidos: funcionários do setor comercial, clientes e gestores;
  • os cenários: momento em que se pretende realizar uma compra, seja na empresa ou fora dela, e uma possível discussão a respeito da transação que envolve o comprador e um superior na hierarquia do empreendimento;
  • problemas a serem solucionados: realizar a comunicação entre o comercial e clientes, disponibilizar mais informações sobre as mercadorias e compartilhar dados sobre os produtos em aplicativos de e-mail ou de mensagens.

Para resolver o problema de incrementar o número de vendas, a decisão tomada foi o desenvolvimento de um aplicativo mobile para Android e IOS que tenha por finalidade apresentar informações sobre produtos, permitir a venda e a comunicação com a empresa.

A partir da identificação do que será feito, a etapa a seguir é o desenvolvimento da solução. A seguir, mostraremos como é feito.

Desenvolvimento de aplicativo (Criação de aplicativos mobile)

O desenvolvimento de aplicativo é feito com uma ou mais linguagens de programação usadas para escrever regras e funções que podem ser compreendidas por uma máquina. Elas são executadas em resposta a eventos — toque na tela, envio de dados em formulário, pesquisas etc.

A linguagem de programação expressa um algoritmo que modela um negócio. O algoritmo abstrai conceitos do mundo real, como transações financeiras, hierarquia de informações e dados pessoais, por exemplo.

Para criar um sistema moderno, são escritas várias linhas de código — são milhares ou até mesmo milhões de linhas, conforme o tamanho e complexidade. O resultado do desenvolvimento é um software que funciona sob um Sistema Operacional (SO), que é o responsável por controlar o hardware; um smartphone ou computador, por exemplo.

No caso de aplicativos mobile, os sistemas operacionais mais utilizados são o Android e o iOS. Em um computador, os SOs mais comuns são o Windows, Mac e Linux.

Para desenvolver sistemas para Android, a linguagem de programação utilizada é o Java. Já para iOS, é o Swift.

Outra opção é o uso de um framework chamado Cordova, que possibilita a criação de sistemas híbridos, ou seja, que podem ser instalados em Android, iOS, Windows Phone e outros. No Cordova, são usadas as linguagens para criação de sistemas web: HTML5, CSS3 e Javascript.

Um aplicativo é desenvolvido basicamente em duas camadas: front-end, na qual acontece a interação com o usuário, e back-end, que é a camada de negócio, onde são processadas as informações envolvidas com o uso dos sistemas.

A seguir, explicaremos o que são essas duas camadas do sistema.

Desenvolvimento da interface – Front-end

A interface do sistema é a maneira como ele se apresenta para o usuário, ou seja, como estão dispostas suas ferramentas e as informações com que ele trabalha. São os menus, botões, painéis, textos, formulários, campos de busca e cores. São criados de forma contextualizada, de modo a fazer alusão ao negócio para o qual o sistema foi desenvolvido.

Por meio da interface, o usuário envia as informações por intermédio de uma requisição, que é processada pelo sistema e vê o resultado dessa ação. Por exemplo, buscar um produto em um campo de busca e ver na tela as informações relacionadas.

A resposta à busca por uma informação é processada no back-end.

Desenvolvimento das regras de negócio – Back-end

No back-end, é feito o desenvolvimento das regras para o processamento das informações relacionadas ao negócio. 

Por meio dele se dá a gravação e busca em bancos de dados; interação com servidores; utilização de tarefas realizadas por terceiros, dispostas em APIs por instituições bancárias, sistemas de fornecedores, parceiros comerciais e outros tipos serviços.

Uma boa interação entre essas duas camadas torna o aplicativo mais compreensível. Veremos a seguir como isso é alcançado.

Usabilidade

Um aplicativo precisa ser fácil de usar, ter uma aparência atraente e apresentar um fluxo de informação claro e conciso. Se o usuário encontrar grandes dificuldades, provavelmente deixará de utilizá-lo ou o fará de maneira incorreta. Consequentemente, o propósito da aplicação não será alcançado.

Dessa forma, para a criação de sistemas mobile, é muito importante a participação de uma equipe multidisciplinar na criação da interface e das regras de negócio. Um bom time deve ser composto de programadores, designers, profissionais de comunicação e pessoas que tenham conhecimento a respeito do público-alvo da aplicação bem como do negócio.

O entrosamento da equipe é alcançado por meio de um bom gerenciamento do projeto, que também deve zelar para que não haja desvios quanto ao atendimento dos requisitos.

Que saber como isso pode ser realizado? Veja a seguir!

Gerenciamento do projeto

Ao se decidir pelo desenvolvimento de um aplicativo, é fundamental contar com profissionais altamente especializados. Como essa atividade demanda conhecimentos específicos e que não são do domínio comum, deve-se contar com uma equipe confiável, com experiência e que apresente os resultados de forma concreta.

Se não existirem na empresa os profissionais para criação do projeto, as opções seriam o recrutamento ou terceirização.

Contratar uma organização pode trazer grandes vantagens, principalmente se ela contar com toda a equipe que será necessária para desenvolver o projeto de forma completa e com qualidade. Deve ser avaliado também se ela utiliza uma metodologia ágil de desenvolvimento, para permitir constante acompanhamento do atendimento aos requisitos e a evolução do sistema.

Quando se adota o SCRUM, por exemplo, são disponibilizadas versões do sistema de forma rápida, para que as pessoas comecem a usá-lo tão logo possível. Isso permite que, ao longo do desenvolvimento, se possa, com referência no uso da aplicação, fazer as modificações que se mostrarem necessárias.

Outro item importante é que os sistemas sejam atualizados permanentemente. Eles devem se manter adequados para interagir com as outras tecnologias, como sistemas operacionais, bases de dados e APIs que podem sofrer alterações pelos seus mantenedores. Também há a variação nos interesses e necessidades dos usuários.

Importância do desenvolvimento de aplicativo

Dessa forma, vemos que o desenvolvimento de aplicativo mobile é altamente recomendável, tanto pelo crescimento do uso de smartphones quanto pelas facilidades que pode proporcionar em relações pessoais e profissionais.

É uma tarefa complexa, que exige conhecimento aprofundado de linguagens de programação e pode envolver o relacionamento entre diversas tecnologias. Porém, quando se conta com uma parceira com uma empresa de desenvolvimento de aplicativos que tem know-how e uma equipe completa e que desenvolve o projeto com uma metodologia ágil, o desenvolvimento de um aplicativo se torna mais eficiente e tem mais chances de sucesso.

A sua empresa pode contar com um aplicativo móvel personalizado e apresentar melhor performance nos negócios, acompanhando assim a tendência de uso cada vez mais intenso de dispositivos móveis. Entre em contato conosco agora mesmo e saiba como!

Resumo do Artigo
Desenvolvimento de aplicativo: o que é preciso e como fazer?
Título do Artigo
Desenvolvimento de aplicativo: o que é preciso e como fazer?
Descrição
O uso de smartphones cresce continuamente. Segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas, o número de aparelhos móveis no Brasil — que já é bem superior à quantidade de notebooks e desktops — se igualará, em outubro deste ano, ao número de habitantes do país. Nesse cenário, a criação de sistemas mobile se torna não apenas motivador, especialmente para uso corporativo. O desenvolvimento de aplicativo leva maior facilidade de comunicação, mais acesso à informação e possibilita a realização de tarefas a partir de qualquer lugar. No artigo de hoje, veremos como identificar a necessidade de se ter um aplicativo, o processo de desenvolvimento e a importância de se contar com uma equipe confiável, que tenha boas práticas de desenvolvimento de projetos. Confira!
Autor
Empresa
FIT Mobile
Logo Empresa
Avaliações
  • Artigo
5