Se você nunca criou um aplicativo antes, pode ficar confuso sobre como o processo de desenvolvimento de aplicativos funciona e se vai precisar de um desenvolvedor ou equipe para trabalhar toda a parte técnica do projeto.

Neste post, vamos explicar o processo de desenvolvimento de aplicativos do início ao fim e dar uma melhor compreensão de como os resultados aparecem em várias etapas do processo. Confira!

Defina seus objetivos para o desenvolvimento de aplicativos 

Ter uma ótima ideia é o ponto de partida para cada novo projeto. Mas antes de ir diretamente em detalhes, defina claramente qual é a finalidade do desenvolvimento. Por que fazê-lo? Quais serão suas funcionalidades? Como vai melhorar a vida de seus usuários?

Definir um objetivo claro para o aplicativo também vai ajudá-lo a chegar mais rápido a um resultado satisfatório.

Comece a esboçar seu aplicativo

Você não precisa ser um artista profissional para esboçar seu aplicativo. Ao desenvolvê-lo, você está lançando as bases para sua futura interface. Nessa etapa, você conceitua visualmente os principais recursos, o layout e a estrutura de sua aplicação.

Realize pesquisas

É hora de realizar pesquisas em segundo plano sobre a ideia do seu aplicativo. Elas têm quatro propósitos principais:

  1. descobrir se existem outros aplicativos fazendo a mesma coisa;

  2. encontrar inspirações de design;

  3. procurar informações sobre os requisitos técnicos;

  4. saber como você pode comercializar e rentabilizar seu aplicativo.

As pesquisas mostrarão se existe uma demanda para o seu aplicativo. Explorar o alcance e o potencial dele vai te dar uma estrutura para o desenvolvimento futuro, com uma consistente experiência de usuário e estilo visual para combinar.

Esse é também o momento certo para analisar os aspectos técnicos do seu aplicativo para dispositivos móveis. Descubra quais são seus requisitos e se sua ideia é realmente viável ou não de um ponto de vista técnico. Na maioria dos casos, haverá uma solução alternativa para prosseguir em uma rota ligeiramente diferente. 

As pesquisas se estendem a restrições legais, como questões de direitos autorais e privacidade, dando uma compreensão completa de sua situação.

Crie um wireframe e um storyboard

Nessa fase, suas idéias e recursos se fundem em uma imagem mais clara. O wireframing é o processo de criação de uma maquete ou protótipo do seu aplicativo.

Crie também um storyboard. A ideia é ter um roteiro que o ajude a entender a conexão entre cada tela e como o usuário pode navegar pelo seu aplicativo.

Defina o backend

Seu wireframe e storyboard agora se tornam a base da sua estrutura de backend. Desenhe um esboço de seus servidores, APIs e diagramas de dados. Esses artefatos se tornarão referência para o seu projeto, com um diagrama autoexplicativo para orientá-los.

Modifique seus wireframes e storyboards de acordo com as limitações técnicas, se houver.

Teste seu protótipo de aplicativo móvel

Analise seus wireframes e peça a amigos, familiares, colegas e especialistas para ajudá-lo a revisar o seu protótipo. Conceda acesso e solicite a eles que testem. Peça um feedback honesto e identifique falhas e links sem saída. 

Se possível, convide-os para que experimentem o protótipo na sua frente. Monitore como eles usam o aplicativo, observando suas ações e adaptando sua UI/UX para elas.

Esses são testes de conceitos do aplicativo. Dessa forma, o desenvolvedor obtém visões mais concretas do que deve ser feito antes de entrar no processo de desenvolvimento. Uma vez que você começa a projetá-lo, torna-se mais difícil mudar as coisas. Então, quanto mais claro o protótipo desde o início, melhor.

Construa o backend do seu aplicativo

Agora que seu aplicativo foi definido muito claramente, é hora de começar a fazer o backend do seu sistema. O desenvolvedor terá que configurar servidores, bancos de dados, APIs e soluções de armazenamento.

Outra coisa importante em sua lista de coisas a fazer nessa fase é se inscrever para contas de desenvolvedores nos mercados de aplicativos para os quais você está desenvolvendo. Pode demorar até que sua conta seja aprovada, portanto essa atividade não deve ser deixada para depois.

Projete as “skins” do aplicativo

“Skin” é o nome dado pelos designers/desenvolvedores para a tela individual necessária ao aplicativo. O trabalho do designer agora é chegar a uma versão de alta resolução do que anteriormente era seu wireframe.

Essa etapa é crucial para incluir todos os comentários dos testadores do protótipo. Afinal, você está tentando construir um aplicativo que seu público-alvo vai usar. Portanto, o feedback deve guiá-lo em direção a uma interface perfeita.

Teste novamente

Uma vez que o designer tenha concluído as telas, você estará pronto para mais uma rodada de testes. Pela primeira vez, o conceito real do seu aplicativo estará no lugar, com todos os gráficos inseridos e os textos escritos como devem ser. Assim, sua aplicação poderá ser testada como ela realmente será ao fim do projeto.

Não confunda esta fase com o passo 6 (wireframing). Na primeira, foi sobre a criação do visual básico e a sensação do aplicativo. Aqui, você implementou o projeto real e o tornou clicável.

Reveja e continue a construir

Com o feedback dos últimos testes, o aplicativo deve ser polido para um resultado mais próximo do ideal. Você ainda pode pedir ao seu designer para alterar o layout ou dizer ao seu desenvolvedor para mudar alguma coisa no backend.

Refine cada detalhe

Como você vai continuar a construir, deve manter um olhar constante em seu aplicativo. É fácil de instalar o arquivo em um dispositivo Android e testá-lo em um ambiente real. Já no iOS é diferente. Lá, vai ser necessária uma plataforma como o TestFlight para baixar e testar a sua aplicação.

Essa é a etapa final no processo de desenvolvimento de aplicativos. Você pode monitorar a sua aplicação por todo o caminho até que seu produto esteja completo.

Publique seu aplicativo

As políticas de publicação mudam muito de uma empresa para outra. A Google, por exemplo, não revisa aplicativos recém-enviados imediatamente. Eles vão passar em algum momento pelo check-out, mas você é capaz de adicionar instantaneamente seu aplicativo para a Google Play .

No iOS, mais uma vez, é diferente. A Apple se reserva o direito de revisar e aprovar seu aplicativo antes que ele possa ser publicado. Não há prazo definido para isso, mas você pode esperar pelo menos uma semana antes de ouvir um retorno deles.

Gostou de conhecer mais sobre o desenvolvimento de aplicativos? Então, deixe um comentário e compartilhe a sua opinião conosco!

Avaliações
  • Artigo
5
Resumo do Artigo
Desenvolvimento de aplicativos: afinal, quão complexo pode ser?
Título do Artigo
Desenvolvimento de aplicativos: afinal, quão complexo pode ser?
Descrição
Neste post vamos explicar o processo de desenvolvimento de aplicativos do início ao fim e dar uma melhor compreensão das várias etapas do processo. Confira!
Autor
Empresa
FIT Mobile
Logo Empresa