“O que eu preciso saber para contratar uma empresa de aplicativos?” “Como o processo de construção de um app funciona?” Essas são, provavelmente, algumas das perguntas que passam por sua cabeça se você tem uma ideia de aplicativo empresarial que está querendo ver desenvolvida. Se você nunca criou um app antes, pode estar confuso sobre quando precisa abordar um designer ou uma equipe de desenvolvimento e no que o processo pode implicar.

No post de hoje, vamos explicar melhor a criação de um aplicativo do início ao fim e mostrar para você o que faz uma empresa de aplicativos, quantos profissionais estão envolvidos no processo e quanto custa tirar a sua ideia do papel. Vamos lá?

O que é uma empresa que faz aplicativos?

O desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis pode ser muito importante para o seu negócio, pois ajuda você a maximizar vendas alcançando um público-alvo maior e da forma mais adequada.

Os serviços de desenvolvimento são oferecidos por várias empresas de aplicativos, e você precisa encontrar a mais experiente para ajudá-lo a trazer o seu sonho para a realidade. É dispendioso contratar serviços que acabem não retornando nenhum valor, portanto, escolher a empresa de aplicativos certa é crucial.

Uma empresa de aplicativos é um estúdio especializado na criação de software para dispositivos móveis. Ela tem, portanto, experiência na área, conta com desenvolvedores especializados e trabalha com métodos de entrega comprovados que vão garantir a produção do seu app com excelência.

Como diferenciais, empresas de aplicativos podem ter taxas competitivas e processos de comunicação que integram o cliente melhor ao desenvolvimento de seus apps. Vamos explorar melhor esses pontos nos tópicos a seguir.

Histórico e experiência

Uma boa empresa de aplicativos é obrigada a entregar resultados excelentes e, por isso, deve ter um histórico impecável. Precisa ser capaz de demonstrar o conhecimento da plataforma necessário para atender às suas necessidades e ter histórias de clientes felizes e de aplicativos funcionais para mostrar.

Ela deve ter cases de sucesso e um amplo portfólio, cheio de exemplos de trabalhos anteriores, que sejam bons o suficiente para te convencer a investir, e também deve transmitir a segurança de saber o suficiente sobre uma determinada plataforma ou projeto para tirá-lo do universo das ideias.

Desenvolvedores especializados

Outro aspecto importante de um grande parceiro é que ele é obviamente constituído de uma equipe multidisciplinar pronta para dar início ao seu projeto o mais rápido possível. Designers, desenvolvedores e especialistas estão ali, a sua disposição, para criar e estudar soluções que se encaixem nas suas necessidades.

É preciso que todos os seus quadros tenham experiência e conhecimento na criação de aplicativos para diferentes plataformas móveis e consigam oferecer alternativas inovadoras para as suas necessidades comerciais. E é fundamental que a empresa não traga para o seu projeto uma porção de pessoas só por trazer, mas sim porque essas pessoas podem colaborar na obtenção dos melhores resultados.

Transparência e boa comunicação

São grandes especialistas aqueles profissionais que conseguem entregar o seu melhor e sabem colocar você a par de todo o processo de design e programação do seu aplicativo.

Uma boa empresa de aplicativos lhe dará uma inclusão completa nos estágios do desenvolvimento, para que você possa aprovar o que está sendo trabalhado e solicite alterações sempre que necessário, e também manterá linhas de comunicação abertas para que você possa entrar em contato ou ser contatado ao longo do projeto por qualquer motivo.

Um desenvolvedor de aplicativos que simplesmente aceita um projeto e “desaparece” não pode jamais ser um bom parceiro de trabalho. Do mesmo modo, uma empresa com a qual é difícil comunicar-se não possibilita uma relação saudável para as duas partes.

Taxas competitivas

Além de oferecer serviços de qualidade, uma empresa de aplicativos deve estar em condições de oferecer preços (e prazos) razoáveis. Os recursos necessários para que o seu aplicativo móvel funcione, obviamente, vão determinar o preço a ser pago, mas ele ainda deve estar dentro do praticado pelo mercado.

Ao trabalhar com profissionais de verdade, você receberá um orçamento gratuito para o seu projeto e poderá decidir se deseja contratar seus serviços ou procurar outras opções. Esse orçamento será descritivo o suficiente para que você entenda o que está sendo cobrado e possa fazer ajustes em seu projeto, caso creia ser necessário.

Métodos de entrega comprovados

Para ter certeza quanto ao que esperar de seu fornecedor, você pode querer verificar que métodos ele usa para garantir que seus projetos de desenvolvimento de apps sejam excelentes. Os especialistas não estão preocupados com a complexidade ou escala de um projeto e podem facilmente guiá-lo pelo processo ou estratégia que vão usar, para garantir que você obtenha exatamente o que está procurando.

Existem centenas de empresas de aplicativos por aí, mas o passado de cada uma delas pode ajudá-lo a escolher os profissionais mais adequados para o seu projeto. Selecione sempre aquela em que você sente que pode confiar completamente. Na dúvida, pesquise mais um pouco e solicite recomendações aos seus contatos profissionais.

Quais profissionais desenvolvem aplicativos?

Um erro muito comum que vemos por aí todos os dias é que as pessoas, ao perceberem que querem construir seus próprios aplicativos, começam a procurar por desenvolvedores, quando, na verdade, deveriam procurar por times completos, que cubram diferentes etapas do desenvolvimento. Isso pode ser um grande problema no futuro, já que o resultado pode ser uma peça de software que funcione, mas não se venda ou seja pouco utilizável.

Afinal, não é só de programadores que um aplicativo é feito. E somente quando uma equipe está devidamente equipada com os conjuntos de habilidades adequados que um app tem verdadeiras chances de sucesso.

Um dos principais papéis que as pessoas costumam negligenciar nesse processo é o do gerente de produto, responsável pela estratégia que fará seu aplicativo decolar. Mas há muito mais por trás de um aplicativo do que você imagina.

Conheça os principais envolvidos na criação de um app:

Gerente de produto

O gerente de produto é como o CEO do projeto, sendo responsável por tudo, desde a estratégia até os documentos de requisitos, assegurando que o projeto seja construído de acordo com as suas especificações e que tenha sucesso no mercado.

Talvez você sinta que esse é o seu papel, mas não se engane. O gerente de produto deve ser alguém com experiência no gerenciamento de software para dispositivos móveis. Se você não tem essa experiência, procure na empresa de aplicativos alguém que tenha.

Designers de interface/experiência do usuário

Estas são as pessoas responsáveis por criar um fluxo de tela claro e intuitivo, bem como a aparência geral do aplicativo. Seu trabalho é imprescindível para que você tenha um recurso utilizável, bem acabado e que seus usuários gostarão de utilizar.

Sem designers de interface e especialistas em experiência do usuário, o que pode acontecer é o seguinte: você cria um aplicativo excelente, cuja funcionalidade é perfeita e que nunca foi feito por mais ninguém, mas que não consegue ser utilizado por pessoa alguma, pois tem uma lógica complicada demais para qualquer usuário compreender.

Engenheiros de software

Estes são os desenvolvedores/programadores que realmente fazem a implementação e criação do aplicativo. Eles são fundamentais para seu sucesso e devem estar bem integrados aos demais membros da equipe.

Um bom engenheiro de software é quem vai garantir que todas as funcionalidades do seu aplicativo interajam bem entre si e não deixem a desejar. Por isso, eles são tão relevantes nesse processo.

Garantia da qualidade

Estas são as pessoas que testam erros. É melhor se essa equipe for mantida a distância dos engenheiros, mas não contar com ela seria um equívoco tremendo. É o time de garantia de qualidade que testa cada pedaço do seu software para garantir que ele está pronto para ser lançado para o público.

Você perceberá, com a experiência, que, se qualquer um desses papéis for preenchido por pessoas fracas, a equipe como um todo sofrerá problemas de desempenho e atrasos no cronograma. O melhor a fazer é encontrar uma empresa de aplicativos que conte com todas as funções acima bem preenchidas e executadas, por uma equipe experiente e que já se responsabilizou por uma série de entregas.

Por que contratar uma empresa terceirizada?

Como se constrói um aplicativo móvel? Essa é a pergunta que provavelmente trouxe você até aqui. E você pode respondê-la de duas maneiras: contratando uma equipe especializada ou aprendendo a programar. Há uma vantagem competitiva em contratar uma empresa terceirizada em detrimento de aprender a programar, e você vai entender isso agora mesmo.

É um fato muitas vezes negligenciado, mas as linguagens de programação usadas para criar apps nativos Apple e Android (Objective-C e Java) estão entre as mais difíceis de se aprender, o que significa que, para qualquer pessoa que comece sem experiência alguma de codificação, o caminho mais rápido para o mercado é a subcontratação da programação.

Se você não tem uma experiência de programação prévia, pode levar mais de seis meses de estudo em tempo integral para se tornar competente em uma dessas linguagens. Para desenvolver conhecimentos reais, pode esperar algo em torno de 18 meses.

E não se trata apenas de código. As telas pequenas de dispositivos móveis tornam o design da interface do usuário nesses dispositivos muito mais crítico do que na web. O fator mais determinante em relação ao sucesso do seu aplicativo é uma boa interface de usuário — e muitos dirão que isso é mais relevante até do que saber programar bem.

Somem-se a isso os aspectos comerciais associados ao lançamento de qualquer empreendimento novo, como validar as necessidades do cliente, elaborar um modelo de negócios que responda à monetização, fazer um bom marketing… Todas essas habilidades são necessárias para proteger e promover a propriedade intelectual que você cria.

Comercializar um app é um dos aspectos mais importantes em qualquer lançamento, já que tanto App Store quanto Google Play têm milhões de aplicativos. Por isso, contar com um parceiro que tenha experiência em todos esses aspectos é fundamental. Uma empresa de aplicativos terceirizada saberá encaminhá-lo por toda a jornada de pré-produção, produção e lançamento. Por isso é uma boa ideia contratá-la.

Além disso, há uma série de microbenefícios ao se optar por desenvolvedores experientes para tirar o seu aplicativo do papel. Segurança, disponibilidade e profissionalismo são apenas algumas delas. Confira agora!

Segurança

Quando você desenvolve um aplicativo junto a uma empresa de desenvolvimento, ela assumirá a responsabilidade sobre a segurança. Seu projeto e dados estarão, portanto, altamente protegidos. E você o realizará dentro do tempo e orçamento predeterminados.

Disponibilidade

Não importa quem esteja disponível ou não, quando você contrata uma empresa de desenvolvimento, ela garantirá que seu projeto seja feito como prometido. Mesmo que a pessoa que estava desenvolvendo seu aplicativo fique doente, a empresa encaminhará seu projeto para outro desenvolvedor, com o mesmo nível de habilidade, capaz de entregar o trabalho a tempo. Por isso, você não precisará se preocupar com disponibilidade.

Profissionalismo

Você pode precisar de alguém que tenha o melhor conjunto de habilidades no desenvolvimento de aplicativos, e a contratação de uma terceirizada oferece a você a capacidade de trazer especialistas para o seu projeto. Uma empresa de aplicativos terá uma equipe de desenvolvedores experientes, que são os melhores em seus trabalhos, a sua disposição.

Foco

Contratar um desenvolvedor lhe dá tempo suficiente para se concentrar em outras coisas. Você terá disponibilidade para planejar uma estratégia para o marketing do seu aplicativo de antemão, por exemplo, enquanto a equipe se preocupa com os demais recursos do seu aplicativo.

Acompanhamento

Desenvolvedoras de aplicativos dão acesso ao progresso do trabalho. É como se você tivesse seu próprio desenvolvedor trabalhando no projeto do aplicativo, mas sem precisar fazer a gestão de seu trabalho diariamente.

Qual o preço do serviço de uma empresa de criação de app?

O custo de contratar uma empresa de criação de app é menor do que você imagina. Mas, ainda assim, não é desprezível. Por isso, agora vamos dissecar os custos gerais de contratar um desenvolvedor de aplicativos, escolher entre empresas e o que considerar no orçamento inicial do seu app.

Como encontrar uma empresa de aplicativos?

Então você teve uma grande ideia, para um ótimo aplicativo empresarial, que resolverá uma porção dos seus problemas, e, depois de avaliá-la cuidadosamente, mesmo não sendo um geek, você resolve colocá-la em prática. Então você entra no Google, procura algo como “como escolher uma empresa desenvolvedora de apps?” e fica impressionado com a quantidade de resultados.

Afinal, não há escassez desses profissionais para se contratar por aí. De qualquer tipo possível, conjunto de habilidades e por qualquer faixa de preço, é possível encontrar um desenvolvedor freelancer, uma empresa ou um coletivo capazes de trazer a sua ideia para o mundo real. Mas, antes de tomar essa decisão, você quer ter alguns conhecimentos, como:

  • Saber o básico: conhecer os idiomas de programação que estão em uso para aplicativos móveis, quais são as plataformas existentes e qual seria sua plataforma-alvo ao criar um aplicativo;

  • Verificar a experiência dos candidatos: você não gostaria de um médico recém-saído da universidade tomando conta da sua cirurgia do coração, não é verdade? Portanto, podemos imaginar o mesmo para o seu negócio. Se você for contratar alguém, é melhor que seja alguém com experiência no assunto. Não precisa ser um especialista, mas deve ser capaz de fornecer um sólido portfólio. Solicite amostras de trabalhos passados;

  • Construir um relacionamento: procure alguém confiável, uma desenvolvedora que esteja interessada em seu negócio e no resultado de sua cooperação. Você terá que se dar bem e que construir um relacionamento com essa empresa para que seu aplicativo saia do papel, portanto, barreiras linguísticas ou culturais podem complicar a sua vida.

Procure recomendações na sua rede de contatos. É a ela que você deve recorrer em um primeiro momento para saber que desenvolvedor de apps é o mais adequado para pegar o seu projeto. É provável que algum de seus amigos tenha feito algo similar recentemente e possa lhe dizer que empresa faz um bom trabalho na área.

Se, mesmo assim, você não encontrar nomes o suficiente para preencher a sua lista de contatos, busque na internet empresas desenvolvedoras que tenham construído aplicativos que você gosta de utilizar. Eis um bom caminho para começar.

4.2. O que considerar no preço do meu app?

Quando se trata de fazer um app, há duas coisas com que qualquer empresa de aplicativos que você abordar estará preocupada: qual o nível de complexidade do seu software? E, mais importante ainda: ele é dinâmico ou estático?

Como muitos outros campos, a tecnologia da informação é superconcorrida e, por isso, não é estável com relação a preços. Se você contratar um desenvolvedor de software que tenha procurado emprego sem sucesso nos últimos dois anos, é provável que o faça por um custo mínimo. Portanto, as empresas sempre olharão para você tentando obter o máximo de informação possível sobre o seu projeto e sobre quanto você pode pagar.

Mas qual é o custo real de construir um aplicativo? O primeiro ponto é sua espinha dorsal. Ou seja, se ele é um aplicativo estático ou dinâmico. Um aplicativo estático é aquele que não requer uma conexão constante de ida e volta com o servidor. Um app dinâmico, por sua vez, precisa buscar elementos cruciais de navegação a partir de seu banco de dados, repetidamente.

Entretanto, montar um orçamento de aplicativo é exatamente como um buffet de características. As empresas vão cobrar de você separadamente por recurso que você desejar adicionar à sua aplicação.

Compartilhamento e compras no aplicativo custam um valor X, enquanto logins por e-mail custam outro montante. Geolocalização, que é muito importante para aplicações que desejam saber onde o usuário se encontra para executar determinadas operações, também têm o seu preço, e ele difere do cobrado pelas demais características citadas aqui.

Além disso, servidor e hospedagem cobram um tanto. E você deve saber, como reforçamos no tópico anterior, se o seu aplicativo será de plataforma única ou multiplataformas, pois, enquanto aderir ao iOS ou ao Android possa soar simples para você, há uma diferença gritante para o desenvolvedor.

Quanto à complexidade do aplicativo, podemos utilizar as indicações a seguir para nos orientar. Elas indicam o tipo de aplicativo que você deseja construir, as funções básicas que eles comportam, a quantidade de horas que leva para ser desenvolvido e uma média de preço praticada por hora no mercado atual.

Com essas informações, você conseguirá estimar melhor o custo do seu próprio app:

  • Aplicativo simples >  templates, menu dropdown, informações armazenadas no dispositivo > 60-150 horas > R$ 80 (preço médio por hora)

  • Aplicativo com banco de dados > backend, informações armazenadas no servidor, integrado > 150-200 horas > R$ 90 (preço médio por hora)

  • Aplicativo de mensagens > vários formatos de mensagem, textos e ligações, armazenamento na nuvem > 400-500 horas > R$ 120 (preço médio por hora)

  • Aplicativo corporativo > funções de negócios, armazenamento no dispositivo ou no versivor > 150-200 horas > R$ 150 (preço médio por hora)

  • Aplicativo de redes sociais > temas, edição de fotos, backend, informações armazenadas em servidor >  250-300 horas > R$ 120 (preço médio por hora)

  • Jogo > um jogador/múltiplos jogadores, 3D, renderização, armazenamento no servidor > 350-400 horas > R$ 150 (preço médio por hora)

4.3. Devo considerar trabalhar com um freelancer?

Freelancers são uma opção que pode reduzir significativamente o custo total de um app, mas eles vêm com adicionais de risco. Afinal, há uma ótima chance de que o freelancer que você contrata seja uma fraude ou não tenha todo o talento que te vendeu.

Encontrar um profissional em que você possa confiar com suas demandas é pura sorte. A maioria das pessoas acaba tentando esse caminho e saindo desapontada.

Barreiras de comunicação podem ser outro problema sério, já que freelancers não têm a estrutura que uma empresa de aplicativos tem para lidar com as suas demandas. Portanto, é sempre melhor confiar em uma empresa bem estabelecida em seu próprio país.

Esperamos que este guia tenha te ajudado a obter todas as informações de que precisa a respeito de uma empresa de aplicativos. Agora, o que você acha de dividir esse conhecimento com os seus amigos? Compartilhe este post nas suas redes sociais e os ajude a tomar uma decisão acertada.

Avaliações
  • Artigo
5
Resumo do Artigo
Empresa de aplicativos: tudo que você precisa saber
Título do Artigo
Empresa de aplicativos: tudo que você precisa saber
Descrição
No post de hoje mostraremos para você o que faz uma empresa de aplicativos, quantos profissionais estão envolvidos e quanto custa um app. Vamos lá?
Autor
Empresa
FIT Mobile
Logo Empresa