Ser empreendedor nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque empreender é se responsabilizar pelos altos e baixos de um negócio, exigindo capacidade de liderança, organização e tomadas de decisão saudáveis.

É para ajudar a lidar com essa responsabilidade que existem as ferramentas para empreendedor. São formas inteligentes e planejadas de lidar com desafios e resolver problemas.

Neste post, você vai ver um pouco sobre quais são as ferramentas essenciais e como inseri-las no cotidiano da empresa. Preparado? Então, vamos lá!

1. Plano de ação 5W2H

O 5W2H pode ser usado de forma prática nos diversos tipos de planejamento da sua empresa. Funciona como um checklist para as ações que devem ser executadas pela equipe, estabelecendo um bom passo a passo.

O funcionamento do plano de ação é simples. Basta fazer várias perguntas para aprofundar o entendimento e ter uma atuação mais organizada. O 5W diz respeito às perguntas que começam com “W”: What (o que), Why (por quê), Where (onde), When (quando), Who (por quem).

O 2H é similar, com perguntas que começam com “H”: How (como), How much (quanto vai custar). As respostas para as 7 perguntas devem ser suficientes para que sua equipe tenha uma atuação mais organizada.

2. Business Model Canvas

O Business Model Canvas é um diagrama que permite a visualização clara de um negócio a partir de um único slide. A ideia é trazer uma compreensão das estratégias definidas da empresa por meio de uma tela dividida em 9 partes de forma gráfica — ou seja, não depende apenas de texto para seu entendimento.

Esse modelo pode ser usado de diversas formas para apresentar e resumir a visão global da empresa. Assim, seus sócios, investidores e funcionários podem entender com mais facilidade o que estrutura a proposta e as tomadas de decisão.

Os 9 blocos se relacionam entre si e dividem o funcionamento da empresa como um todo. O ideal é preenchê-los com post-its e anotações que sintetizem as ideias sobre cada aspecto. São eles: Segmento de Clientes, Atividades-Chave, Oferta de Valor, Canais, Relacionamento, Fontes de Renda, Recursos-Chave, Parcerias-Chave e Estrutura de Custos.

3. Técnica dos 5S

O 5S é um programa de gestão de qualidade usado para melhorar diversos aspectos em uma empresa. Tem origem japonesa e foco na base e no zelo com ambiente, materiais, organização, limpeza, métodos, medidas e padrões.

Geralmente é usado como planejamento estratégico para tomar decisões e contribuir para a criação de uma cultura de disciplina e redução de desperdícios que, em alguns casos, excede o ambiente empresarial e atinge outras áreas da vida, transformando-se em uma boa ferramenta de gestão pessoal.

A origem do termo “5S” é bem simples e diz respeito a 5 palavras japonesas que começam com a letra “S”: Seiri (utilização), Seiso (limpeza), Seiketsu (padronização) Seiton (organização) e Shitsuke (disciplina).

4. Design thinking

O design thinking é uma forma de abordar problemas que busca unir pensamento crítico e criatividade. Diferentemente das outras ferramentas apresentadas no texto, o design thinking não conta com uma fórmula pronta para executá-lo.

As empresas e os gestores usam o design thinking de forma diferente em processos criativos de natureza variada. A ideia é apostar na imersão para ter um processo de criação melhor e mais estruturado.

O modelo mais famoso de abordagem é o da Universidade de Stanford, que divide o processo em 5 etapas: Empatia, Definição, Ideias, Protótipo e Teste. Essas partes são baseadas em valores como cultura da prototipagem e foco nas pessoas.

5. Análise SWOT

A Análise SWOT é uma das ferramentas mais conhecidas para planejamento estratégico. A sigla em inglês é para as palavras “Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats” e ajuda a tomar decisões com clareza — uma das maiores dificuldades dos empreendedores.

A ideia é fazer um diagnóstico do ambiente interno e externo da empresa, fazendo comparações por meio de uma matriz. Assim, você conhece melhor o cenário em que está inserido ou o problema que está tentando resolver de forma fácil e prática.

A análise é feita em uma matriz dividida em 4 partes: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Essas partes se relacionam com a origem do fator (se de ambiente interno ou externo) ou com o teor (se positivo ou negativo).

6. Matriz de gestão de tempo

A matriz de gestão de tempo é uma ferramenta importantíssima para quem quer manter a produtividade em dia e evitar perder tempo. A ideia é administrar inteligentemente o tempo, reservando uma porcentagem específica de acordo com a categoria de importância e com o uso que o tempo teria.

Assim como o 5S, essa matriz pode sair do mundo empresarial e ser transportada para outras áreas, ganhando a forma de uma filosofia de vida. É dividida em 4 quadrantes de importância.

O primeiro quadrante diz respeito às coisas urgentes e importantes que devem ser feitas imediatamente. O segundo quadrante é sobre as coisas importantes, mas não urgentes. São atividades que você deve agendar e se programar para fazer.

O terceiro quadrante diz respeito às coisas urgentes, mas não importantes. Essas coisas podem ser delegadas. O quadrante que resta é o último: coisas que não são importantes, nem urgentes. Essas são as atividades que podem ser postergadas e até eliminadas.

Nesse modelo, o foco está nos 2 primeiros quadrantes. Afinal, eles lidam com as coisas realmente importantes — se você conseguir separar e distribuir tarefas urgentes e não urgentes, vai estar com meio caminho andado.

As ferramentas para empreendedor, como você viu, são importantes modelos de resolução de problemas para se organizar, abordar situações difíceis, poupar tempo e tomar melhores decisões. O funcionamento costuma ser bem fácil, prático e acessível, evitando grandes dores de cabeça com as metodologias.

Lembre-se que o objetivo dessas ferramentas é contribuir para uma cultura empresarial melhor, por isso elas precisam ser usadas com frequência e não de forma esporádica — só assim é possível obter bons resultados.

E você? Quer empreender de forma profissional com as soluções de quem realmente entende do assunto? Então, entre em contato com a gente agora mesmo!

  • Avaliações
5
Resumo do Artigo
Conheça 6 ferramentas essenciais para um empreendedor!
Título do Artigo
Conheça 6 ferramentas essenciais para um empreendedor!
Descrição
Ser empreendedor nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque empreender é se responsabilizar pelos altos e baixos de um negócio, exigindo capacidade de liderança, organização e tomadas de decisão saudáveis. É para ajudar a lidar com essa responsabilidade que existem as ferramentas para empreendedor. São formas inteligentes e planejadas de lidar com desafios e resolver problemas.
Autor
Empresa
Fit Mobile
Logo Empresa