Você sabe o que é uma incubadora de empresas? Essa pode ser uma boa forma de contar com a ajuda de pessoas que se dedicam a fomentar empresas para conseguir investimentos e crescimento significativo no mercado.

Neste post, você vai ver o que são as incubadoras, como desenvolvem seu trabalho, quais são as etapas que atuam, quem pode utilizar os serviços das instituições, além de algumas dicas sobre como conseguir auxílio e apoio. Preparado? Então, vamos lá!

O que são as incubadoras de empresas?

As incubadoras de empresas são negócios ou instituições que procuram estimular a preparação, abertura e o desenvolvimento de pequenos empreendimentos. Geralmente são ambientes que oferecem a infraestrutura necessária para gerir o negócio e fazê-lo crescer.

Assim, as incubadoras apoiam o empreendedorismo dispondo espaços, suporte gerencial e base técnica. Em alguns casos, o empreendedor conta com assessoria em questões contábeis, jurídicas e treinamentos voltados a prepará-lo para o mercado.

Em geral, as incubadoras não têm fins lucrativos e são sustentadas pelo estado. No entanto, algumas cobram uma taxa de manutenção e fazem uso de critérios para selecionar as empresas ou propostas que vão ser incubadas.

Como as incubadoras funcionam?

As incubadoras funcionam de forma análoga àquelas que ajudam os bebês recém-nascidos a se desenvolver. No caso das incubadoras de empresas, o apoio é intelectual — por meio de orientações e educação — e físico — por meio de estrutura e espaços disponíveis.

Boa parte das incubadoras do país tem relação com as universidades, que transportam repertório educativo das salas de aula para o mundo empresarial e mercadológico. O foco dessas instituições é a inovação, sempre procurando responder a pergunta: “o que este produto tem de criativo e diferente?”.

A maioria da assistência acontece na própria concepção, muitas vezes com apoio logístico e consultoria de pessoas especializadas em diversos segmentos de atuação.

Quais são as etapas de atuação das incubadoras?

Existem algumas atividades que uma incubadora pode executar, dar suporte e fornecer assistência para fomentar os negócios e fazê-los crescer. A seguir, listamos algumas:

Modelagem do negócio

A modelagem do negócio diz respeito à conceitualização e desenvolvimento do projeto a partir das primeiras ideias. Afinal, um erro no planejamento inicial pode comprometer várias etapas posteriores.

Networking

O networking define muito do sucesso de uma empresa. Isso porque se inserir socialmente no mercado pode trazer muitas oportunidades de negócio. As incubadoras permitem que sua empresa se aproxime de várias outras startups, criando um bom ambiente para desenvolver relações com outros empreendedores.

Apoio financeiro

As incubadoras são um bom ambiente para conseguir parcerias, investimentos e recursos financeiros. E não é só isso — em alguns casos, as próprias instituições ajudam diretamente nos processos de abertura.

Contabilidade, gestão e assistência jurídica

Tem dificuldades para elaborar contratos e registrar patentes? Não conhece os principais processos de gestão e contabilidade? Não sabe sobre as principais leis que os empreendedores precisam seguir para que seus negócios não sejam irregulares? Não tem problema, a incubadora pode ajudar com isso.

Recursos humanos e treinamentos

Um dos tipos de apoio mais importantes que os empreendedores iniciantes precisam é o intelectual, por meio de treinamentos e forças de trabalho educativas. Os espaços de RH nas incubadoras também costumam ser muito bem-vindos.

Quem pode utilizar os serviços desenvolvidos por uma incubadora?

O primeiro pré-requisito para você participar de uma incubadora é a inovação. Ter uma proposta boa para um projeto empresarial diferenciado e fora da caixa. Se os interesses se alinham com os de universidades, a empresa já fica um passo à frente na seleção.

As incubadoras aceitam três posições legais: Pessoa Física, Empresa Existente e Pessoa Jurídica (em instituição de uma nova empresa). Assim, o conselho da incubadora analisa as propostas e seleciona as mais interessantes e viáveis.

Ainda existe uma fila de espera para empresas que foram aprovadas quando não havia espaço nas incubadoras. Isso porque a estrutura das instituições é limitada e comporta apenas alguns empreendimentos.

Como conseguir o auxílio de uma incubadora?

Existem sacadas que podem ajudar na hora de entrar em contato com uma incubadora. A seguir, listamos algumas:

Desenvolva uma ideia inovadora

Isso nem sempre é simples de ser feito. A inovação pode estar presente em diversos aspectos da sua solução: abordagem, concepção, funcionamento, recursos e por aí vai. Procure investir no que tem poucas alternativas similares.

Pesquise quais incubadoras atuam na área

A sua solução tem um direcionamento específico, certo? Isso pode ser representado pelo mercado, segmento, persona, entre outros aspectos. O ideal é encontrar incubadoras que se relacionam com a sua área de atuação.

Apresente sua proposta

Procure deixar o diferencial claro na sua proposta de valor, relacionando com as pautas das universidades ou instituições ligadas à incubadora. Tente ser direto e objetivo para que as pessoas entendam bem o que você faz — sempre antecipando possíveis riscos e priorizando informações relevantes.

Pesquise empresas de sucesso da incubadora

As histórias de sucesso são excelentes para criar um paralelo com a sua própria. Isso tem uma influência na apresentação da proposta, já que suas ideias se tornam muito mais críveis se associadas com coisas que já estão estabelecidas no mercado. E se a própria instituição contribuiu para essa história, o seu contato com a incubadora fica ainda melhor.

Converse com sua rede de contatos

É comum encontrar no nosso círculo social pessoas que partilham dos mesmos interesses que nós. Muitas vezes, esses contatos atuam no mesmo segmento e conhecem incubadoras mais receptivas ao seu tipo de negócio.

A incubadora de empresas, como você pôde ver, é uma forma interessantíssima de se manter bem relacionado e em parceria com pessoas dispostas a ajudar sua ideia a dar certo. Trata-se de um impulso inicial valioso e muito útil nos primeiros anos da empresa.

Lembre-se de que os critérios de seleção variam entre as incubadoras. Por isso, procure pesquisar bem para conseguir traçar o perfil ideal de instituições e encontrar a que mais corresponde ao seu perfil.

E você? O que achou das incubadoras? Ficou com alguma dúvida? Então, conte para a gente nos comentários!

  • Avaliações
5
Resumo do Artigo
Passo a passo para conseguir investimentos de uma incubadora de empresas
Título do Artigo
Passo a passo para conseguir investimentos de uma incubadora de empresas
Descrição
Você sabe o que é uma incubadora de empresas? Essa pode ser uma boa forma de contar com a ajuda de pessoas que se dedicam a fomentar empresas para conseguir investimentos e crescimento significativo no mercado. Neste post, você vai ver o que são as incubadoras, como desenvolvem seu trabalho, quais são as etapas que atuam, quem pode utilizar os serviços das instituições, além de algumas dicas sobre como conseguir auxílio e apoio. Preparado? Então, vamos lá!
Autor
Empresa
Fit Mobile
Logo Empresa