Os usuários brasileiros são os que mais usam aplicativos no mundo. Esses recursos servem tanto para o entretenimento, quanto para a informação e facilitação do dia a dia. Portanto, oferecer algo desse tipo pode ser muito vantajoso. Porém, para ser lucrativo é preciso pensar em como monetizar app.

Com diversas possibilidades, não faltam opções para capitalizar esse elemento e obter vantagens para seu negócio. Ao mesmo tempo, é somente ao reconhecer o que está disponível que é possível decidir o que faz sentido.

Portanto, veja, a seguir, quais são os principais caminhos para trilhar!

Use as ferramentas de campanhas de ads

O primeiro e mais conhecido caminho para realizar a monetização é usando recursos específicos que criam campanhas de anúncios — os famosos ads.

Isso funciona, até certo ponto, como o Google Adwords ou os anúncios do Facebook, só que é voltado para aplicativos. As propagandas podem surgir como banners fixos em uma tela do app ou em anúncios de curta duração — geralmente, até 30 segundos.

As duas principais formas de utilizar essa opção são o Google Admob e a Rede de Públicos do Facebook. Ambos permitem que você selecione o tipo de anúncio para o seu app e quais são as opções que têm a ver com o seu público.

O pagamento, em geral, é feito na modalidade CPM ou custo por mil impressões. Assim, quanto maior é o número de usuários e de pessoas que veem os anúncios, maiores são os ganhos.

Essa é uma abordagem prática para monetização e que começa a oferecer resultados rapidamente. Porém, é importante tomar cuidado para que os banners ou vídeos exibidos tenham a ver com o público, de modo a não prejudicar a experiência.

Pense em criar duas versões do mesmo app

Por mais adequados que sejam os anúncios exibidos em seu aplicativo, é fato que boa parte das pessoas não gostam de vê-los. Mesmo um pequeno banner faz com que muita gente se incomode, ainda que não haja nenhum prejuízo para a usabilidade.

O ponto positivo é que é possível explorar isso a seu favor e conseguir monetizar app da maneira certa. Para tanto, vale considerar a criação de dois aplicativos diferentes, mas muito parecidos.

Nesse caso, a única distinção é a respeito das propagandas. No gratuito, elas aparecem conforme o que você, como desenvolvedor, estabeleceu.

Já o pago oferece uma experiência completamente livre de ads, criando um visual “limpo”. Assim, muitos usuários se sentem compelidos a pagar para se livrarem dos anúncios.

Considere modelos gratuitos com recursos limitados

Outra solução para ganhar dinheiro com o uso do aplicativo inclui criar a versão que é conhecida como freemium. Basicamente, trata-se de uma mistura de escolha gratuita com uma opção superior, que é paga.

Para ficar claro, é o caso de criar um app com funções limitadas, que somente são desbloqueadas com o pagamento. Dentro dessa opção, há dois caminhos para seguir.

O primeiro é oferecer uma quantidade limitada de recursos/ações e, ao mesmo tempo, uma opção completa pela compra única do app. Uma vez que a pessoa faça a aquisição, terá acesso a todas as funcionalidades existentes.

Já o outro modelo consiste na aquisição de itens específicos, conforme a necessidade de uso. Para o usuário, isso é ótimo porque garante que ele só pagará pelo que usar. Ao mesmo tempo, é uma forma de monetizar de maneira contínua.

Um bom exemplo dessa segunda opção aparece nos jogos. Por meio da compra de créditos, os usuários podem realizar ações pontuais. Isso retira limites de atuação, mas não elimina, totalmente, a capacidade do app de gerar receita.

Ofereça produtos ou serviços para monetizar app

O aplicativo pode ser, acima de tudo, uma forma de garantir que o seu negócio se torne mais robusto e com um número maior de vendas. Isso é possível, principalmente, quando há a oferta de produtos e serviços dentro do próprio app.

Imagine uma loja de móveis planejados que lança um aplicativo para que os clientes vejam como um determinado móvel pode ficar em cada cômodo. Por meio do uso de realidade virtual, as pessoas têm uma ótima noção de medidas e aparência.

Como o app é totalmente gratuito, a monetização vem pela oferta de fazer móveis exatamente como o cliente deseja ou até de comprar aqueles que ele testou por meio do celular.

Nessa opção, portanto, a ideia é tornar o aplicativo um criador de novas oportunidades de negócio, tornando esse caminho o principal gerador de receita.

Avalie a possibilidade de adotar um modelo misto

Na hora de escolher como capitalizar para o seu empreendimento, há uma grande vantagem: é possível adotar uma abordagem mista, aproveitando as oportunidades que fizerem maior sentido.

Uma escola profissionalizante, por exemplo, pode adotar o freemium, com aulas gratuitas e planos que devem ser pagos mensalmente, gerando receita recorrente. Ao vender materiais didáticos, consegue adotar o modelo misto.

Enquanto isso, um posto de gasolina pode oferecer o acompanhamento do valor do preço dos combustíveis e um programa de fidelidade gratuito, com o uso de anúncios. Ao realizar promoções também pelo app, gera clientes e monetiza duplamente.

Dessa maneira, há maneiras de fazer com que o aplicativo se encaixe em cada necessidade, gerando renda com maior efetividade.

Faça parcerias e divulgações estratégicas

Porém, só é possível monetizar app se houver quem baixe e use o app, certo? Nem mesmo a melhor rede será lucrativa se não ocorrerem milhares de impressões dos anúncios.

Portanto, é indispensável realizar algumas parcerias e traçar estratégias de divulgação. Você pode, inclusive, fazer anúncios em outros aplicativos, de modo a conseguir mais downloads e usuários.

Outra forma é ao firmar parcerias com desenvolvedores. Ao ceder espaço para um aplicativo, o seu app pode ser “anunciado” no outro, gerando benefícios mútuos.

Apenas não se esqueça de que o público deve ser sempre analisado e levado em conta, pois é isso que favorece a conquista de resultados.

Para monetizar app, há desde o uso de anúncios até a oferta de serviços e produtos. O modelo misto também é possível, mas é fundamental não deixar a divulgação de lado para obter melhores efeitos.

Para não ficar de fora de nenhuma novidade sobre o tema, curta nossa página no Facebook!

Avaliações
  • Artigo
5
Resumo do Artigo
Monetizar app: como conseguir capitalizar para o seu negócio?
Título do Artigo
Monetizar app: como conseguir capitalizar para o seu negócio?
Descrição
Para um aplicativo ser lucrativo é preciso pensar em como monetizar app. Portanto, veja, a seguir, quais são os principais caminhos para trilhar!
Autor
Empresa
FIT Mobile
Logo Empresa